"Lucifer", ou porque o que é bom não deveria ser mexido

Imagem relacionada

Hoje vou fazer um breve comentário sobre a hq de Lúcifer, da DC/Vertigo, e porque você jovem leitora ou leitor que curtiu a serie pra caramba devia ler . Vou tentar não dar muitos spoilers , então vou falar mais em linhas gerais mesmo, só do começo e do personagem em si.

Neil Gaiman, esse inglês que ao contrario de Alan Moore e outros não traiu o movimento de quadrinhos, véio, e não virou um reaça com o tempo, muito pelo contrario, segue fazendo coisas excelentes, algumas nem tanto, outras obras primas, mas um dos primeiros trabalhos dele e que iniciou muita gente no estilo de quadrinhos mais adultos (não é pornográfico porra) com violência e temas que você não era acostumado a ver, foi Sandman. Uma reimaginação do Gaiman de um personagem antigão, completamente diferente do que todos estavam acostumados a ver, e que pegou todo mundo de surpresa.

Sandman talvez seja minha hq favorita de todos os tempos, é uma obra prima, e eu não digo isso de muitas coisas, muito pelo contrario, eu sou o primeiro a falar quando algo é superestimado. É uma obra extremamente atual ainda, apesar de talvez alguns poderem falar que a arte talvez seja datada em algumas edições especificas. Mesmo assim vale muito a pena não só ler mas ter na prateleira, e guardar como um tesouro mesmo, porque o que tem de beleza, de arte ali não é pouca coisa.

 Resultado de imagem para sandman neil gaiman

Em Sandman surge esse personagem que tem feito sucesso aí hoje em dia com alguns públicos, o Lucifer, o capeta, o cramunhão, "mas esse não é dumal, ELE É BONZINHO, ELE CAÇA US BANDIDO TUDO, ELE É GALÃ MEO, NÉ? NÉ? NÉ? MELHOR PERSONAGEM MEO, NÉ? NÉ?" calma filha da puta.

Em Sandman o personagem principal vai ao inferno atrás de sua mascara, que tinha sido perdida junto com seus outros itens de poder, a bolsa de areia do sono e o rubi. Lá ele encontra Lúcifer, o anjo caído, que governa o inferno num triunvirato agora, em parceria com dois demônios. Ele já tá de saco cheio de ficar lá no inferno.

Depois que o Sonho recupera sua mascara numa disputa com um demônio, Lúcifer joga a toalha, dá a chave do inferno pro  Sonho e vai embora. E é aí que teoricamente começa a Hq de Lúcifer. Quem o acompanha é Mazikeen, uma das filhas de Lilith e que resolve seguir o destino de seu mestre.

Você tem uma minissérie de 3 edições chamada "Opção Estrela da manhã", onde tem umas merdas acontecendo na terra e o céu faz um acordo com ele pra ele resolver a situação. Depois disso começa a serie regular, de 70 e poucas edições que durou até 2006 e uma one shot chamada Nirvana. Recentemente começou outra serie regular, mas essa eu não li ainda.

Muito parecido com o inicio de Sandman, na primeira parte da historia Lúcifer tem que ir atrás de suas asas, que foram cortadas quando ele saiu do inferno. É importante deixar bem claro que tanto Sandman quanto Lúcifer são hqs onde o maniqueísmo passa longe. 

Nada é tão simples quanto bom e mal, certo e errado. os personagens tem suas motivações, seus desejos e suas personalidades complexas. Lúcifer, longe do galã piadista da serie de tv é um personagem sério, arrogante, com um senso de moral própria. Seus objetivos de longo prazo não são fáceis de entender.


Dito isso, alguns membros do whatsapp do weekcast vieram me perguntar porque eu  ̶a̶c̶h̶o̶ ̶a̶ ̶s̶e̶r̶i̶e̶ ̶u̶m̶a̶ ̶m̶e̶r̶d̶a̶ não gosto muito da serie de tv de mesmo nome, e deve ficar fácil pra você entender porquê. Faz anos que uma serie de tv de Sandman, adaptações cinematográficas e tudo o mais vem sendo cancelado, nada dá certo, e aí quando dá o que eles fazem? uma serie enlatada, clichêzenta, sem um pingo de relação com a obra original a não ser certos nomes de personagens e as vezes nem isso.

O personagem complexo que do Primeiro dos Caídos virou um galãzinho piadista, comedor e engraçaralho. A serie que podia ter sido uma das melhores coisas que a televisão já fez em questão de adaptação de quadrinhos virou um enlatado genérico, o crime da semana. 

Pelo amor de deus, se você gosta da serie porque nunca nem ouviu falar da hq ou não leu ainda eu te perdoo. Mas por favor leia pelo menos um pouco de Sandman ou a primeira minissérie de Lúcifer que apesar de não ser o Neil Gaiman que escreveu vale muito a pena ler pra conhecer o personagem. Não tenho um apego sentimental tão grande a hq de Lucifer quanto Sandman mas ainda considero uma das melhores hqs que eu já li, e acredite você ou não o personagem merecia mais. Pelo menos mais do que recebeu.

Inté