Resenha - Stargirl, o Episódio Piloto


Estreou lá na gringa, no dia 18 de maio, a nova série de super-heróis da DC: Stargirl. A primeira temporada contará com 13 episódios.


O primeiro episódio já começa com uma batalha entre Sociedade da Justiça da América e a Sociedade da Injustiça da América. No final deste confronto a SJA, acaba derrota com a morte de Starman (Joel McHale). Desta forma, Listrado (Luke Wilson), o ajudante de Starman, fica encarregado de proteger o Bastão Cósmico e encontrar um substituto para o herói. 


Passados 10 anos do acontecimento, Listrado, sob a identidade de Pat Dugan, se casa com Barbara Whitmore (Amy Smart), que tem uma filha adolescente, Courtney (Brec Bassinger), que está aborrecida por ter que deixar a cidade onde viviam e se mudar para Blue Valley, Nebraska


Quando Courtney chega na cidade nova descobre que seu padastro Pat Dugan, tem em sua posse o Bastão Cósmico que pertencia a Starman, ocasião em a jovem se torna então a Stargirl


O que Courtney não esperava, era que os membros da Sociedade da Injustiça da América, também estivessem em Blue Valley. Agora, eles vivem infiltrados como moradores cidade, ocupando posições de destaque na comunidade como diretora do colégio, médico, politico e empresário. E esse é um ponto negativo para mim no programa. 


Blue Valley aparenta a ser uma tipica cidade do interior norte-americano, onde todos os moradores se conhecem e nada passa despercebido. Portanto, quando eu tenho vilões em uma cidade onde nada acontecia e de repente aparece uma super-heroína no mesmo momento que uma nova família se muda para lá, basta ligar os pontos para descobrir a identidade secreta dela. 


Mas isso fica mais conveniente, quando ela treinando em cima de um prédio da cidade e se deixa ser filmada por câmeras de segurança (mas o roteirismo permite que a qualidade da imagem seja ruim) ou quando seu padrasto decide realizar testes no meio do milharal com um robô gigante. 


Um outro possível problema da série, é que ela lembra o filme Sky High: Super Escola de Heróis. E tudo leva a acreditar que o núcleo do colégio, vai gerar novos heróis e vilões. Isso só corrobora com o argumento acima, que descobrir a identidade secreta da Stargirl, não é uma missão impossível.


Bem, de qualquer forma Stargirl já tem sua primeira temporada completa com 13 episódios. Quantas temporadas a garota das estrelas vai sobreviver?





Escute o Podcast do Weekcast