Qual Streaming eu devo ter?

 

Em breve o novo Streaming da Disney vai chegar aqui no Brasil e mais uma vez você vai achar que tem que ter mais um produto que provavelmente não precisa. No texto de hoje, gostaria de bater um papo sobre serviços de streaming e dar umas dicas de como eu escolher os produtos que estão no mercado.

Talvez você já tenha escutado o termo Batalha dos Streamings. Por mais que exista a concorrência entre eles você não faz parte diretamente desta “guerra”. Canais de youtubers e influenciadores gostam de alimentar essa batalha como se o consumidor tivesse que escolher um lado para lutar. Time Netflix, time Amazon, time HBOMax e assim por diante. Ocorre que quanto mais o consumidor tenta participar de “time do streaming” mais ele fica prejudicado porque ele não consegue aproveitar da melhor forma esses serviços.




Inicialmente temos que colocar em mente que o papel destes serviços é a substituição das vídeo locadoras. No início a Netflix era exatamente isso. Você realizava a assinatura dela e encontrava uma vasta variedade de filmes e séries. Tudo dentro da logica de uma locadora física. Por ser o primeiro serviço, a Netflix, começou a moldar o modo de consumir os filmes e séries. A primeira tendência a ser instituída foi a moda da Maratona. Com sua primeira série original, House of Card, sendo lançada completa, os veículos de entretenimento maratonavam a série assim que era lançada, para poder lançar uma critica sobre ele. O consumidor já maratonava pelo hype e para não receber spolier, devido a tal falto criou-se a tendência da maratona de séries.

As outras duas tenências foram os lançamentos originais e o lançamento das temporadas completas. Esses dois se completam porque se eu tenho uma demanda grade de lançamentos originais eu posso colocar eles de uma vez no catalogo, visto que semana que vem eu tenho um novo lançamento para suprir esse que eu já distribui completo.



Com as tenências consolidadas os outros serviços acabam que se moldar por eles. E é ai que o consumidor tem que começar a pensar qual é o melhor serviço para ele. Quando a Netflix foi lançada, ela não tinha tantos originais, logo o catalogo dela, em relação ao acervo de filme e séries antigas era importante, visto que ela ainda trabalhava como uma locadora normal. Quando ela muda a logica de consumo dos filmes e séries, ela muda o modo de se consumir o próprio streaming.

As locadoras funcionavam da seguinte maneira. Um bairro tinha uma ou duas locadoras onde cada uma tinha um acervo mais ou menos parecido e um número xis de copias de um filme. Temos que lembrar que o aluguel de séries não era uma pratica tão comum. Com isso a locadora era dependente dos lançamentos que saiam dos cinemas, lançamentos premiums, e de lançamento feitos exclusivamente para locadoras, os famosos home-vídeo, filmes que saiam direito para locadoras. Desta forma, uma locadora só era melhor que outra pelo fato de tentar concentra a maior variedade de filmes e o maior número de copias de um lançamento popular. Temos que lembrar que por existir uma janela entre o lançamento do cinema e o lançamento para locadora, os filmes antigos acabavam sendo mais valorizados e também não era todo dia que você podia ir alugar um filme.



Com o streaming, isso se perdeu, ainda mais quando a Netflix consolida as tendências que já mencionamos lá em cima. Consumo do material em maratona, Lançamentos de originais e o lançamento único de uma temporada de séries. Agora que a prática foi firmada, não importa tanto o acervo de filmes antigos, visto que o consumidor anseia por lançamentos ou produtos que estejam badalados no momento (que podem ser filmes ou series e algum produto antigo que seja bem difundido por influenciadores).

Agora com um leque de opções de serviços de streamings de filmes e séries, qual o que eu devo assinar? Essa respostas é você quem deve dar para você, agora o máximo que eu posso fazer é ajudar a pensar como escolher.

O consumidor tem que fazer algumas perguntas para ele mesmo do tipo:

Como eu consumo séries e filmes?

Qual o tipo de conteúdo que eu quero assistir?

Quais serviços cabem no meu bolso?

Essas perguntas ajudam bastante na hora de assinar um streaming. Por exemplo. Eu tenho três serviços aqui em casa. A Netflix, Amazon Prime Vídeo e o HBOMAX.



A
Netflix, porque eu vejo que tem os lançamentos mais significativos e mais populares. A Amazon, é um caso a parte, visto que com a assinatura anual, que sai por R$89,00 eu tenho uma gama de serviços. É bom salientar, que eu  tenho a Prime Vídeo em si, mas pelo beneficio do preço, em me oferecer um número maior de serviços. E agora o HBOMAX, que tem um bom acervo do Grupo Warner, além de ter um catálogo antigo muito bom de clássicos do cinema.  

Disney Plus e Star. Uma coisa é fato, por mais que eu tenha um filho de três anos, eu não vejo necessidade de ter a Disney Plus. Eu acredito que muitos dão a desculpa de ter crianças em casa para assinar o serviço e  para mim não cola muito, até porque crianças da idade dele e até no máximo de dez anos, não estão tão ligadas assim nos lançamentos da Disney e qualquer um destes serviços anteriores que eu mencionei supre muito bem a criançada e ainda existe o Youtube kids  ai. 



Logo, se eu não preciso do Disney Plus, não vejo motivos para pagar R$27,90 para o rato de calças. Mas o Star Bigode? A principio também não me interessa. Vamos ser sinceros meu povo. Todo mundo reclama de tempo para fazer o mínimo de coisa possível. Para que ter seis serviços de vídeo? Na boa não existe necessidade além do mais custa um bom dinheiro.

E para dar base ao meu argumento da necessidade, eu fala mais uma vez da questão das tendências. Tirando o Star, que ainda não foi lançando, a rotatividade de novos lançamentos é muito maior na Netflix. Os únicos lançamentos relevantes da Disney Plus, por exemplo, são voltamos para suas maiores marcas. Marvel e Star Wars e acaba por ai.

A própria Prime Vídeo (A Amazon, depois na Netflix é a que tem mais)  e HBOMAX, não têm lançamentos populares como a Gigante vermelha. O que faz com que ela fique em mais evidência que as outras. É importante também salientar que por não ter uma quantidade de lançamentos originais em seus catálogos, tanto a Disney Plus e a HBOMAX, não acabam não lançado de uma vez seus conteúdos em suas plataformas. Com isso elas postergam a janela dos comentários sobre seus produtos e ganham tempo na produção de mais programa. 


Com isso eu Digo para vocês que a melhor coisa a se fazer é um rodízio de streamings. Para fazer isso a primeira coisa que você tem que fazer é parar de consumir tudo de uma vez e achar que tem que bater metas. Por exemplo, Disney Plus, espere acumular os lançamentos que são importantes para você e faça a substituição do serviço que você paga por ele. E Assim por diante. Acredito que o único que vale apena a ficar pagando são dois. A Netflix pela rotatividade de conteúdo e o Prime Video, caso você use o frete grátis e os outros serviços. Esqueça o Hype e essa "necessidade" de ter tudo sem necessidade. 


PS: Vale lembrar que a grande maioria das pessoas esquecem que existem outros produto ai. Apple TV Plus, Mubi, Netmovies, DarkFlix entre outros. Logo, não fique preso apenas no que esta na superfície do Iceberg e tenha os serviços que preencham suas necessidades.  

Postar um comentário

0 Comentários