Dan Brown’s The Lost Symbol - A Série

Estreou recentemente no streaming Peacok (Rede NBC) a adaptação do livro O Símbolo Perdido, do autor Dan Brown. Por mais que seja a terceira aventura do professor de simbologia Robert Langdon, Dan Brown’s The Lost Symbol é a quarta adaptação, mas agora para tv. As outras obras adaptadas, foram para o cinema, sendo elas O Código Da Vinci (2006), Anjos&Demônios (2009) e Inferno (2016), todos os filmes protagonizados pelo ator Tom Hanks (Robert Lagndon) e dirigidos por Ron Howard.

Desta vez, Langdon, vai dar as caras em uma série de TV para o Streaming da Rede NBC, o ator Ashley Zukerman (Trilogia Rua do Medo) agora da vida para o personagem. Quando o seu mentor tem a mão cortada e colocada no meio do Capitólio, Langdon se vê preso dentro de um mistério que envolve maçons e a arquitetura do capital estadunidense.

Já fui aficionado pelos livros do Dan Brown e esperei com muito hype a adaptação do Código Da Vinci, mas infelizmente o filme não me agradou, visto que não é tão bom quanto o livro. A partir dai, coloquei uma coisa na minha cabeça, as aventuras de Robert Langdon deveriam ser adaptadas para séries de TV e não para o cinema, visto que cada livro poderia ser uma temporada. E foi isso que aconteceu com O Símbolo Perdido. 

O primeiro episódio, não me agradou tanto, visto que o mistério apresentando não serviu de gancho para me prender a trama, fico imaginando se vai prender o resto do publico. Séries como True Detective, The Night Of e Perry Mason, entregam em seu primeiro episódio, particularidade que falta no primeiro episódio de The Lost Symbol. O que é uma pena porque as tramas de Brown são perfeitas para adaptação, ainda mais para séries. 

Como sou um verme, vou acompanhar a série até o final para esperar  alguma evolução nos episódios que estão por vir. A pergunta que fica agora é: Será que O Símbolo Perdido vai estrear no Brasil? pode até existir uma chance, porque a série A.P Bio, que pertence a Peacok, está no catalogo da Amazon Prime Vídeo. 


Postar um comentário

0 Comentários