Perry Mason da HBO



A primeira coisa que me vem a cabeça quando escuto o nome "Perry Mason" é o famoso episódio duplo "Era Uma Vez Um Gato" do seriado Chaves, quando o Professor Girafales propõe solucionar o atropelamento do mascote (ou melhor, "massacote") como uma espécie de juri. E o Sr Madruga pergunta se a ideia era fazer igual ao programa de televisão daquele advogado, o "Pede Mais Um", sendo corrigido logo após a claque, pois o nome correto é "Perry Mason".


Eis que agora em 21 de junho de 2020, a HBO estreou uma nova série do famoso personagem de Erle Stanley Gardner. Com mais de 80 livros lançados e 130 milhões de cópias vendidas, Perry Mason ganhou uma série de TV pelo canal CBS em 1957, que durou 9 temporadas. Estrelada pelo ator Raymond Burr. Desta vez a tarefa foi dada a Matthew Rhys (The Americans). 


Nesta nova  versão, ao invés de ser um advogado tentando livrar seus clientes dos casos mais complicados, Mason é um detetive particular, ex veterano da primeira guerra mundial que tem uma vida conturbada.


Sendo uma série da HBO, Perry Mason tem um primeiro episódio de apresentação dos personagens e da trama. Geralmente as série do canal só engrenam lá pela metade da temporada, neste caso deve ser lá para o quarto episódio, visto que serão oito no total. 


O programa começa com o sequestro de uma criança e seu brutal assassinato, que choca a cidade. Mason é convidado a participar dessa investigação e sua busca pela verdade o levará a lugares não desejáveis.  


A série tem todos os elementos que chamam minha atenção, clima noir, uma conspiração religiosa com membros poderosos da sociedade envolvidos e um personagem "problemático" resolvendo o mistério. Perry Mason tem tudo para garantir uma segunda temporada e ser uma bom programa de investigação. 

Perry Mason é exibido aos domingo às 22:00 na HBO. 

Postar um comentário

0 Comentários