Trilogia dos Espinhos - Mark Lawrence

Resultado de imagem para trilogia dos espinhos

 Meus pensamentos sobre a trilogia dos espinhos ,do Mark Lawrence, uma das minhas historias preferidas  da minha vida de leitor. Spoilers leves. 

   A primeira vez que ouvi falar em prince of thorns foi faz muitos anos, quando eu ainda escutava um famoso podcast pseudo nerd de 3 letras. Eu não sabia o que pensar, a minha primeira impressão era que devia ser um "clube da luta medieval", uma historia violenta, adulta e cheia de coisas chocantes , e chato pra caralho. O jeito que os caras descreveram me fez imaginar que devia ser uma historia triste pra caralho, seria, violenta e que você lê com o cu na mão. 

  Não preciso dizer que essa minha primeira impressão estava completamente errada, não só por causa do baixo nível de inteligencia dos integrantes daquele podcast, mas por a minha bagagem literária da época não me permitir imaginar de um modo melhor a historia. 

   Dark fantasy é um gênero literário que surgiu de uns anos pra cá e que vem pra agradar os leitores que gostam de fantasia medieval mas querem uma visão mais adulta do mundo, com violência e temas mais sombrios na historias. Esse é um gênero que eu realmente amo e acompanho de perto a cena de publicação brasileira .

    A historia segue a vida de Jorg Ancrath, príncipe de um reino em um mundo com elementos medievais(será?), ele foi o sobrevivente de um atentado contra ele, sua mãe e seu irmão, que morreram de forma brutal, ele tendo testemunhado tudo enquanto sofria em um espinheiro. Ele se torna líder de um bando de mercenários , os "irmãos da estrada", e vai passar por cima de tudo pra ter sua vingança. 

   O grupo de mercenários dele é um grupo de canalhas, malucos, violentos e homicidas, mas voce se pega as vezes rindo e torcendo por eles, porque uma das coisas predominantes não só na trilogia dos espinhos como no gênero de dark fantasy em geral é que as coisas não são preto e branco, mas cinza. Ninguém é só mal ou bom, todo mundo tem seus interesses, cada um tem seu motivo, suas circunstancias, e ainda que isso não justifique as barbaridades que alguns personagens cometam, pelo menos serve pra explicar o que acontece. 

Resultado de imagem para prince of thorns brothers

  Jorg é com certeza um personagem dos mais complexos com certeza, porque ainda que ele tenha seu objetivo máximo, que é a vingança, e ele tente se disfarçar como alguém mal feito pica pau , até pra se proteger num mundo cruel e injusto, ele ainda tem um sentimento enorme de culpa pela morte da mãe e do irmão, e principalmente no inicio ainda quer a aprovação do pai,  que é um grande canalha.

   Os "irmãos" de jorg, seus companheiros mercenários, são uma das melhores coisas, cada um tem sua historia, sua personalidade, e a tradução brasileira fez um trabalho muito bom adaptando os nomes e as historias de cada um. Nesses livros os personagens são muito carismáticos, e não só os secundários, o protagonista, Jorg, é um cara muito talentoso, com uma inteligencia fora do normal, que é contrabalanceada pelas merdas que acontecem com ele. Você fica ansioso pra saber como ele vai sair da situação, qual vai ser a solução dele, ou mesmo se ele vai sair vivo no fim.

  A violência é algo marcante na historia, e bem no inicio ele te deixa bem claro que faz o que for preciso, que não tem pudores pra matar e nada vai parar ele até ele conseguir o que quer.

  A historia é contada um pouco em flashbacks e uma parte normal nos três livros, e você vai entendendo devagar o que aconteceu . Gosto muito do estilo do Mark Lawrence , que te faz rir pra caramba e se empolgar algumas vezes, e se emocionar em outras. O mundo que ele constrói é muito rico, muito detalhado, e depois dos primeiros plot twists você fica querendo cada vez mais saber da historia e da mitologia daquele mundo, porque é como é e o que vai acontecer com ele. É com certeza uma das melhores trilogias do gênero e merece ser lida com certeza por qualquer um que goste de fantasia "medieval" ou de qualquer um que goste de historias cheias das reviravoltas . 

Recomendo fortemente. 

Inté